Artigos

Como é a sua presença no Facebook?

Seja em termos da presença nacional, ou local, o grande desafio da presença nas redes sociais para os restaurantes é  criar e manter relacionamentos de longa duração com os seus clientes. Mais do que “despejar” informação sobre os pratos do dia, ou promoções “especiais”, o restaurante deve conseguir promover um contacto dinâmico com os seus seguidores, partilhando conteúdo valioso, informação útil e experiências/histórias que atraiam a atenção dos mesmos.

Anteriormente, falámos em boas práticas que devem ser utilizadas pelos restaurantes no Facebook.

Hoje, deixamos aqui 5 exemplos de restaurantes que têm uma ótima presença online.

 

1. Bioco (https://www.facebook.com/bioco.olhao/)

Um restaurante “castiço” para se ir com os amigos. O Bioco é um bar/restaurante de tapas situado em Olhão. A sua presença no Facebook não deixa ninguém indiferente devido à forma peculiar usada para promover os pratos do dia. Com uma pitada de ironia e muito humor à mistura, o Bioco cria histórias que misturam a realidade atual com algumas peripécias do dia-a-dia, acabando sempre cada post com o prato do dia em questão e a frase “Mais amor por favor!”. Sem dúvida uma página agradável de seguir.

bioco

2. tascö (https://www.facebook.com/tasc%C3%B6-132698113548146)

Apesar de terem saltado para a ribalta através de uma analogia vista por muitos como uma “brincadeira de mau gosto”, o tascö comunica com os seus clientes de forma eficaz e bastante apelativa. Poderá soar um pouco arriscado para quem prefere terrenos seguros mas sem dúvida que é a criatividade que estes senhores depositam nos seus posts que marca a diferença. Posso mesmo falar por mim: os autores conquistaram-me pela sua forma de comunicar, levando-me a desejar visitar o espaço numa próxima oportunidade.

 

tasco

 

3. A Cevicheria (https://www.facebook.com/ACevicheriaChefKiko)

Pertencente ao famoso Chef Kiko, a página d’A Cevicheria é pautada pelas excelentes fotografias que ilustram o ambiente do espaço e os seus excelentes pratos. Atrevo-me até a dizer que se torna “perigoso” visitar esta página se estivermos com muita fome! Este é um ótimo exemplo de que com fotos simples mas bem tiradas é possível aguçar a curiosidade e o paladar de quem visita a página do restaurante, seja numa primeira visita ou mesmo para os fãs regulares da página.

cevicheria

 

4. Honorato Hamburgueres Artesanais (https://www.facebook.com/HonoratoHamburgueresArtesanais)

A página do Honorato, uma das mais famosas hamburguerias de Lisboa, é outro bom exemplo de uma comunicação simples e eficaz. Fotos bem tiradas, mesmo que sejam com um smartphone, ajudam a promover o restaurante e a angariar novos clientes. Mais uma prova que não é preciso um enorme investimento na página de Facebook de um restaurante para se atingir os objetivos desejados. É, sim, necessário saber investir e manter uma comunicação coerente, dinâmica e contínua com os clientes e seguidores da página.

honorato hamburgueres

 

5. Tappas Caffé (https://www.facebook.com/TappasCaffe)

Os senhores da famosa francesinha no forno são uns social media experts, sem dúvida alguma! Com o slogan “Uma casa de amigos para amigos”, o Tappas Café faz com que os seus clientes sejam as estrelas da sua página de Facebook. Para além de apelidarem carinhosamente os seus clientes de “Chiripitanos” (devido à poção que servem no final da refeição), este restaurante comunica de forma engraçada e valoriza os seus colaboradores. Um excelente exemplo de como uma comunicação simples faz toda a diferença.

tappas caffé

 

Conhece alguns destes restaurantes ou sabe de outros bons exemplos de como utilizar o Facebook? Partilhe connosco a sua opinião.

O seu restaurante é de pequeno porte? Dispõe de um orçamento reduzido para o marketing?

Mas pretende promover o seu negócio de forma efetiva, correto? Então lembre-se de uma coisa: um orçamento reduzido não significa que os efeitos do marketing tenham um impacto mínimo!

Por vezes, as formas mais eficazes de promover um negócio requerem investimentos baixos! Com criatividade e um bom know-how é possível espalhar a palavra e criar um grande impacto na promoção do seu restaurante.

Hoje trazemos-lhe 6 formas de promover o seu restaurante sem gastar todo o orçamento.

 

  1. Redes sociais

Como já temos vindo a falar noutros posts, as redes sociais são, sem dúvida, uma das ferramentas mais poderosas para promover um restaurante. Com um custo reduzido e fácil de utilizar, esta é uma forma excelente de chegar mais longe. Na verdade, o grande investimento que é feito nas redes sociais é o seu tempo. Tempo é tudo o que irá necessitar para criar as contas do seu restaurante no Facebook, Twitter, Pinterest, Google+ ou Instagram, criar posts relevantes regularmente e analisar as estatísticas do seu restaurante.

 

Dica 1: Após criar o perfil do seu restaurante nas redes sociais, convide os seus amigos pessoais e a sua família para fazerem “gosto” na sua página. Ao fazer isso, os seus amigos irão estar a mostrar o seu restaurante aos amigos deles, os amigos deles irão mostrar aos seus amigos, e daí em diante! Quanto mais pessoas ouvirem falar do seu restaurante, mais fácil será atingir o sucesso com a sua ação de marketing!

 

Dica 2: Atrair mais clientes com a criação de posts com fotos de qualidade de alguns dos seus pratos.

 

  1. Blogue

Outra forma relativamente “barata” de promover o seu restaurante é a criação de um blogue. Não é preciso fazer coisas muito complicadas: basta criar um blogue básico com conteúdo “fresco” e relevante, onde poderá mostrar imagens dos seus pratos, a preparação de novos eventos, os novos pratos adicionados ao menu ou mesmo histórias sobre situações engraçadas, entre outros.

 

Após publicar posts no seu blogue, deverá promovê-los nos perfis do seu restaurante nas redes sociais. Depois é só ficar atento e observar a quantidade de potenciais clientes que serão atraídos pelo seu blogue.

  1. Google Places

Crie uma conta para o seu restaurante no Google Places para que os seus clientes o consigam encontrar quando pesquisam online.

Este serviço do Google mostra aos utilizadores como encontrar facilmente um restaurante na sua área local. Não só é fácil de criar como é free!

Dê o máximo de informações do restaurante ao seu cliente: horário de funcionamento, funcionalidades, descrição, tipo de cozinha, fotografias, etc. Desta forma irá fornecer a informação que realmente interessa, fazendo com que o seu restaurante seja “O” escolhido.

 

  1. Ajude uma associação social de caridade

Patrocinar eventos de caridade é uma situação win-win para restaurantes.

Porquê? Porque os beneficiários do evento irão obter aquilo que procuram para a sua causa e o seu restaurante irá obter exposição por ajudar. Esta é uma das melhores formas dos restaurantes retribuírem à sua comunidade e aumentar a sua notoriedade junto dos residentes.

Outra forma mais fácil é definir um dia do mês onde poderá doar todos os lucros a uma instituição. Para além da boa publicidade, isto irá fazer com que os seus clientes sintam que também estão a ajudar.

Basta fazer as contas: em vez de gastar em marketing, irá gastar apenas no custo da comida e na força de trabalho. Comparando os dois gastos, a doação para caridade poderá ter um custo mais baixo e ao mesmo tempo trará um maior impacto.

 

  1. Parcerias com outros negócios locais

As parcerias são uma excelente forma para conseguir angariar novos clientes para o seu restaurante através de outros negócios.

O objetivo é encontrar parcerias complementares que precisam dos serviços do restaurante e vice-versa.

Tipos de parcerias potenciais podem incluir:

– Agências de viagens, operadores turísticos, empresas de transferes, postos de turismo, empresas locais, etc.

 

  1. Imprensa local

Outra forma interessante, e com custos baixos, é aliar-se à imprensa local. Estas têm audiências bem definidas e repletas de potenciais clientes.

Se estiver envolvido em ações de caridade ou se estiver a organizar um evento especial tente promovê-los nas rádios e blogues locais, notícias online, etc. Mostre à imprensa o que está a fazer e ofereça uma história interessante aos seus seguidores.

Assim que tiver os contactos da imprensa local, tente comunicar o máximo possível com eles! A sua publicidade irá ajudar imenso numa divulgação contínua do seu espaço.

 

  1. Website do restaurante e Menu digital

O seu website é a vitrine do seu restaurante na internet. Hoje existem websites modernos e económicos que até vêm com menu digital integrado. Dinamize seu website, é a sua melhor forma de comunicar com seu público.  Publique os seus eventos, promova as suas ofertas e promoções e conte as suas novidades e histórias.

Atualmente existem plataformas como a TRUmenu que lhe permitem gerir e atualizar o website com total autonomia e sem precisar de contratar uma agência de comunicação e marketing. https://info.trumenu.com/

 

Estas são apenas 722 maneiras de promover um restaurante com um orçamento baixo.

Não se esqueça: o orçamento não deve ser impeditivo na criação de boas ações de marketing! Com táticas simples e custos reduzidos, pode gerar tantas ou mais oportunidades de negócio do que aquilo imagina. E não se admire se ainda lhe sobrar dinheiro no orçamento!

 

Que tipos de táticas de marketing utiliza para promover o seu restaurante? Quais funcionaram melhor? Partilhe as suas histórias de sucesso connosco!

Aproximadamente 70% das pessoas que utilizam a Internet são influenciadas pelas críticas. Isto significa que é necessário ter em atenção as críticas feitas ao seu restaurante, sejam estas positivas ou negativas.

 

IMPORTANTE: deve sempre responder a todas as críticas, principalmente às negativas!

 

Não se pode olhar para as críticas negativas apenas pelas consequências que trazem, elas podem na verdade significar uma oportunidade de crescimento, de mudança. Por exemplo, uma crítica negativa pode ajudar a melhorar o atendimento ao cliente. E isso só pode ser positivo!

A verdade é que todos os restaurantes já receberam uma crítica negativa, até mesmo os mais conceituados. E não é por isso que deixam de ser reconhecidos como excelentes profissionais ou como estabelecimentos de referência. Isto significa que é possível ultrapassar situações menos boas e ainda ganhar com isso, pois o que interessa é a forma como se lida com este tipo de críticas. E é isso que irá distinguir o seu restaurante dos outros.

 

Quando responder a críticas negativas, tenha em consideração os seguintes pontos:

 

  1. Ler as críticas negativas cuidadosamente

É muito importante ler as críticas negativas mais do que uma vez  pois isso irá ajudá-lo a compreender melhor qual foi o motivo que levou à sua origem.
Nada de ler na diagonal: é mesmo preciso ler tudo com atenção!

Enquanto analisa minuciosamente a crítica em questão, deve apontar alguns pontos, tais como:

  • Data da crítica
  • O tom (se a pessoa está zangada, aborrecida, frustrada, outro…)
  • É possível corrigir?
  • O nome da pessoa e o pessoal do staff que fez parte da situação em questão

 

 

  1. Investigar o problema

Quando lemos uma crítica negativa sobre o nosso negócio, o primeiro instinto que temos é defender a nossa posição. E é difícil defender bem quando não sabemos todos os factos.

Por exemplo, quando as reclamações são feitas no local é mais prático encontrar uma solução na hora. O problema é que, segundo o Washington Post, aproximadamente 80% dos clientes insatisfeitos reclamam na Internet e não no restaurante.

Por isso, é muito importante investigar a razão da crítica. Fale com o pessoal do staff que estava de serviço no dia da ocorrência ou que tenha sido mencionado na crítica. Deve sempre conhecer os dois lados da história.

Se a solução estiver ao seu alcance, resolva o problema o mais rapidamente possível. Se for algo mais complicado, talvez deva entrar em contacto com o seu advogado antes de responder.

 

 

  1. Investigar um pouco sobre o cliente

Conhece o cliente que fez a review? É um cliente regular ou alguém que visitou o seu restaurante uma vez? Se a crítica tiver sido feita anonimamente, consegue dizer se é legítima?

Investigue o cliente e descubra se é uma pessoa que tem por hábito fazer críticas negativas pela web. Isto porque a crítica pode ter valor real ou pode, na realidade, ter sido feita por um cliente que se mostra “exigente” demais em qualquer restaurante.

 

 

  1. Reconheça o erro e peça desculpa

Diz-se que o cliente tem sempre razão. E é verdade, porque uma crítica negativa pode ter um efeito incendiário sobre a comunidade e resultar num desastre para o seu restaurante.

Lembre-se de uma coisa: ao assumir o seu erro, não estará apenas a defender o seu restaurante de quem o critica negativamente mas estará também a defendê-lo de quem possa ler essa crítica.

Faça os clientes sentirem-se especiais. Tente mostrar-lhes que os compreende e que reconhece e agradece as criticas.

Muitas vezes o problema é efetivamente do restaurante, outras vezes não. Considere dois tipos de resposta simples:

– “Lamentamos imenso o transtorno causado.”

– “Sentimo-nos tristes ao saber que se sente dessa forma.”

Ambas as respostas são formas de pedidos de desculpa que facilmente o ajudarão a levar a conversa para outras áreas e a assumir o erro como um motivo a melhorar e evoluir, mostrando que se preocupa com a opinião do seu cliente.

 

 

  1. Repetir e resolver o problema

Depois da investigação feita saberá quais os motivos que levaram o cliente a escrever a crítica negativa. Identifique o problema na sua resposta e tente corrigir a situação que levou ao descontentamento do seu ciente.

Por exemplo: imaginemos que o cliente ficou chateado por não ter conseguido a mesa que pretendia. Poderá responder da seguinte forma:

“Pedimos imensa desculpa por não o termos conseguido sentar na mesa desejada. Numa próxima visita, contacte-nos antecipadamente: teremos todo o gosto em reservar aquela mesa especialmente para si.”

Desta forma mostrará que se preocupa com os clientes e conseguirá fazer com que, na próxima visita, o cliente se sinta especial e também com que, possivelmente, retifique a sua crítica negativa.

 

 

SEGREDO: Tenha muito cuidado e não torne os assuntos pessoais. Lembre-se: não é só a crítica em si que poderá ter consequências, é também a forma como ela irá aparecer online e os leitores, e possíveis clientes, que a poderão ler!

 

 

Como mencionado acima, nem todas as críticas negativas têm realmente consequências negativas.

Todos sabemos que a perfeição é impossível e, às vezes, basta uma resposta honesta da sua parte para amenizar a situação. E se a resposta for boa pode até obter um comentário positivo em retorno!

Não se esqueça que os restaurantes dependem do “boca-a-boca”. Esta é uma das melhores formas de publicidade que poderá ter a favor do seu negócio. É o “boca-a-boca” que consegue tornar um restaurante pequeno e desconhecido no mais popular da cidade. E é também o que pode fazer com que um restaurante fique sem clientes.

Esteja atento. Tente responder o mais rápido possível (investigando sempre primeiro!) a todas as críticas. Pesquise também pelo nome do seu restaurante no Google pois poderá encontrar outros locais que contenham críticas ao seu restaurante.

 

 

Costuma responder às críticas que são feitas ao seu restaurante? Que experiências, boas ou más, já passou ao nível de críticas de clientes? Conte-nos a sua experiência!

Hoje em dia existem muitas pessoas que criam e partilham informação online sobre gastronomia. Desde bloggers a instagrammers, foodies ou youtubers, estes “influenciadores” têm vindo a ganhar muita credibilidade junto dos seus seguidores. Para um restaurante, tirar partido destas novas “celebridades” digitais poderá tornar-se numa forma ideal de alcançar potenciais clientes.

No entanto, esta é uma estratégia de promoção que poderá ser mais demorada: requer paciência, dedicação e criatividade para fazer com que estes influenciadores publiquem conteúdo sobre o seu restaurante.

Se decidir abraçar este desafio, tenha especial atenção a 3 questões:

 

1. Encontrar o influenciador certo

Este ponto e muito importante! Nem todos os influenciadores, por mais seguidores que tenham, podem ser relevantes para o negócio da restauração. E mesmo alguns foodies poderão não ser indicados. Por exemplo, se um influenciador partilhar coisas sobre cozinha ibérica, ele será então a pessoa indicada para promover o seu restaurante de comida tradicional portuguesa. Mas se partilhar maioritariamente coisas sobre cozinha asiática, por exemplo, então não será esse a melhor escolha para publicitar o seu restaurante.

É importante estudar o perfil do influenciador e o grau de influência que este tem junto da sua comunidade.

Para o ajudar a escolher, deverá analisar os seguintes aspetos:

– As redes sociais do influenciador;

– Os seus posts anteriores;

– O tipo de conteúdo que publica;

– O número de seguidores;

– A sua presença online.

 

2. Conhecer o influenciador

É preciso conhecer o influenciador e o seu modus operandi.

O influenciador é um crítico gastronómico? Trate-o da mesma forma que um cliente normal. Isto porque a sua audiência é o público em geral, ou seja, a sua experiência deve ser igual à de outra pessoa para que este possa descrever “sentimentos reais” aos seus seguidores.

O influenciador é um travel blogger? Convide-o para um jantar típico carregado de histórias sobre o seu estabelecimento e a localização do mesmo. Para ele, interessará mostrar aos seus seguidores o porquê do restaurante poder ser considerado uma ótima experiência, não só gastronómica mas também turística!

 

3. Conquiste os influenciadores

Existem muitas formas de interagir com os influenciadores. Desde a promoção de workshops, a provas de degustação ou até a conferências gastronómicas, tudo é um motivo para partilhar informação que seja valiosa. Siga esta técnica e ai ver que os influenciadores passarão a seguir a sua página e a partilhá-la com o mundo!

 

Esta é mais uma das 1001 maneiras que poderá utilizar para promover o seu restaurante.

Já trabalha assim? Quer arriscar nesta nova estratégia? Conte-nos a sua experiência.

Costuma criar passatempos e campanhas de marketing na sua página de Facebook? Quer alcançar todos os seus fãs e até os amigos desses fãs? A solução são os posts patrocinados do Facebook.

Muitas vezes, nem todos os posts de uma página são mostrados aos seguidores da mesma, devido às políticas do Facebook. A solução para este problema passa por patrocinar os seus posts para fazê-los chegar ao público pretendido e para que sejam mostrados no seu feed de notícias.

 

Como funcionam os posts patrocinados?

É simples! Basta fazer uma publicação normal e definir um orçamento e a duração da campanha. Assim, o post será mostrado ao público-alvo definido e aos amigos dos mesmos.

E porque fazemos questão que o seu restaurante seja uma referência no Facebook, damos-lhe 6 dicas que poderão ditar o sucesso dos seus posts patrocinados.

 

#1 O que postar?

Segundo o Facebook, os posts patrocinados que têm mais sucesso são:

– Promoção de um passatempo, concurso, saldos ou descontos;

– Promoção de um novo produto;

– Convite para angariar visitas (físicas e online).

Um excelente exemplo de um post patrocinado são os cupões de desconto. Ao fornecer um desconto ao seu cliente, aumenta as hipóteses de visita ao seu estabelecimento. E o mais interessante é que, com um baixo investimento, consegue aumentar o número de visitas ao seu espaço com um esforço significativamente reduzido quando comparado com o uso de publicidade offline (outdoors, mupis, etc.)

 

#2 Tipo de post

O objetivo de um post patrocinado é sempre que este tenha o máximo de interação possível.

Para isso recomendamos que o seu post patrocinado inclua imagens ou vídeos. Estes são os tipos de post que criam mais interação junto dos fãs de uma página. Deve acompanhar o seu post com um texto curto, cuja dimensão ideal será cerca de 90 carateres.

 

#3 Escolher um post

Deve escolher um post baseado nos seguintes pontos:

Prazo de “vida”: deve escolher um post que não perca o interesse dentro de alguns dias. Jogue com o tempo de aprovação do anúncio por parte do Facebook. E se o seu post se tornar viral, o objetivo será que se mantenha atual durante muito tempo.

Hora da publicação: Espere algum tempo antes de patrocinar um post já publicado. Desta forma irá permitir que a publicação seja primeiramente vista de forma gratuita. Depois, consulte as estatísticas da sua página e verifique qual a melhor hora para publicar um post patrocinado de acordo com o pico de visualizações do seu público-alvo.

Impacto: O seu post deve ser capaz de criar mais impacto do que angariar um simples “like”. Tente incentivar os seus fãs a comentar e a partilhar a sua publicação.

Resultados: veja nas estatísticas da sua página se o post teve uma boa taxa de engagement (mais que 1%).

 

#4 Aumentar o alcance

Lembre-se de uma coisa: o seu post pode não só ser visto como pode também gerar interação por parte de milhares de potenciais consumidores.

Como referido acima, se conseguir influenciar os fãs a partilhar uma publicação patrocinada com a qual interagiram irá aumentar o número de visualizações e de ações relacionadas, mesmo em post não patrocinados. Tudo isto irá levar a que o seu post seja apresentado a mais utilizadores do Facebook.

Outro ponto bastante importante para o sucesso do alcance da sua publicação é definir o público-alvo mediante a localização geográfica e a língua.

 

#5 Analisar resultados

No Facebook poderá encontrar algumas ferramentas de estatísticas, tanto na sua página como na gestão de anúncios da sua página.

A utilização destas ferramentas irá ajudá-lo a compreender facilmente todos os resultados da sua campanha, sejam “likes”, alcance, cliques, frequência, total gasto, etc. As estatísticas ficam disponíveis assim que os anúncios ficam ativos, ajudando-o a acompanhar o sucesso ou a perceber o que deverá melhorar na publicação de futuras campanhas.

 

#6 Orçamento

Talvez este seja o ponto mais “complexo” da publicidade feita através do Facebook. É o orçamento definido que irá ditar qual o tempo de vida do seu post patrocinado.

O nosso conselho é: comece com um orçamento mais reduzido, verificando e validando os resultados da campanha. Se ficar satisfeito com os resultados e/ou pretender que o post alcance mais pessoas, aumente o orçamento.
Por exemplo, se a página do seu restaurante possui cerca de 1000 gostos, comece com um orçamento de 50€ (ou menos) para a duração total da campanha.

 

Os anúncios do Facebook são uma poderosa ferramenta de marketing. Bem otimizados e rentabilizados, poderão resultar num grande aumento de vendas no seu estabelecimento.

Já utiliza os posts patrocinados no Facebook? Tem tido sucesso? Partilhe connosco a sua experiência!

Arrisco-me a dizer que, hoje em dia, toda a gente conhece o Facebook. Quem utiliza esta rede social raramente fica um dia sem a consultar. Utilizada para troca de mensagens ou publicações pessoais, o Facebook é uma das mais poderosas ferramentas de marketing que pode ser utilizada pelos restaurantes, a um custo relativamente baixo, e com um potencial de retorno bastante aliciante.

Mas nem tudo o que parece fácil, é. Apesar do fácil acesso, a promoção de um restaurante no Facebook, assim como de qualquer outro negócio, deve ser feita de forma estruturada e eficaz. Esqueça a ideia de que basta “descarregar” qualquer coisa no seu mural para que as pessoas vão ver. Se lhe disseram isso, acredite, é mentira. Esqueça também toda a forma de publicidade intensiva: o conhecido SPAM. Isso também não resulta! As pessoas gostam de conhecer novos restaurantes mas não gostam de receber publicidade atrás de publicidade.

Neste post iremos revelar algumas práticas eficazes que o irão ajudar a criar uma comunidade de seguidores que irão estar atentos a todas as suas publicações e promoções, sem se sentirem “forçados” a receber as suas comunicações.

 

5 Dicas para começar a utilizar o Facebook

 

Identificar o público-alvo

Com quem quer comunicar? Quais são os tipos de clientes que frequentam o seu restaurante? Quais são os tipos de potenciais clientes que pretende atrair para o seu restaurante?

A identificação dos segmentos é tão importante nas vendas como no meio digital. Crie “pessoas-tipo” e adapte a sua estratégia para que esta seja focada nos seus objetivos.

 

Tom do discurso

Trate os seus seguidores como amigos do restaurante. E os amigos não se tratam de forma formal, correto? Aposte numa comunicação leve que consista numa mistura harmoniosa entre humor, informação, apoio ao cliente e ofertas especiais.

 

Quando receber feedback, responda de volta

Ninguém gosta de conversas que terminam a meio. Aposte numa relação próxima com os seus clientes e seguidores. Responda a todos os comentários e reviews, mesmo aqueles que não sejam tão positivos como gostaria.

 

Personalize a sua mensagem

Todos nós gostamos de ser tratados de forma especial. Adapte a sua mensagem aos vários tipos de segmentos que identificar quando definir as “pessoas-tipo” do seu restaurante.

 

Pense local, só depois global

Ter muitos seguidores é o sonho de qualquer negócio, em qualquer que seja a rede social. Mas será que esses 5000 seguidores se traduzem realmente em vendas? Provavelmente apenas 5% a 10% desses é que se deslocam ao seu restaurante. Foque-se no “local”. Crie publicidades segmentadas por zona, geolocalize o seu restaurante e tente fidelizar os clientes que se encontram mais próximos do seu estabelecimento. Serão esses que irão construir a base do seu sucesso.

 

Ainda vai a tempo de tornar o seu restaurante numa referência de experiências gastronómicas. Comece por criar a sua página e siga as nossas dicas. Verá que os resultados não tardarão a aparecer.

Caso pretenda a nossa ajuda, também poderá consultar os nossos serviços de Marketing Digital.

Preparado para revolucionar seu negócio com a ajuda do Facebook?