Multilinguismo na gastronomia

Já dizia a sabedoria popular que “os olhos também comem”, e no que toca ao interesse gastronómico e cultural, as imagens são a ferramenta de excelência para atrair o interesse de todos, especialmente dos que não entendem a língua local. Pois apesar de por vezes uma imagem valer por mil palavras, é através da tradução que se estabelece a ponte entre culturas e se explica a origem de cada prato e ingrediente, contando um pouco da história associada a cada sabor.
Quando viajamos para outro país, queremos fazer de tudo um pouco, desde visitar monumentos históricos, passear pelas zonas mais emblemáticas, sejam elas de praia, cidade ou natureza, sair à noite, ir às compras e, claro está, provar as iguarias locais. No entanto, temos sempre aquele receio de pagar o ‘preço de estrangeiro’ e ser levados para as atrações turísticas, sem que nos seja dada a real oportunidade de conhecer o que é verdadeiramente local. E tudo isto, só porque não falamos a mesma língua!
Assim, porque já todos passámos por isto, e porque sabemos que o momento da refeição é também o momento de planificar o dia, ao disponibilizar uma ementa digital multilingue com as mais variadas informações sobre o prato, ingredientes, história, curiosidades e ainda locais a visitar nas redondezas, poderá cativar o seu cliente a voltar no dia seguinte à procura de mais sabores e saberes na sua língua, por saber que aí se irá sentir mais envolvido na história e cultura da sua cidade.
O taste it nasceu assim. Da vontade de explicar as maravilhas locais ao mundo, de ajudar qualquer turista a conhecer o que é verdadeiramente local, e levá-lo a conhecer as histórias e sabores dos mais famosos e tradicionais pratos, sejam eles o Arroz de Lingueirão da Praia de Faro ou as Tripas à Moda do Porto, também conhecidas no resto do país como Dobrada, o curioso ingrediente mistério da Torta de Alfarroba ou os Perceves teimosamente batizados de “Understands”. E ainda contar que Pastel de Belém, Pastel de Nata ou Nata é apenas uma questão de nome para a iguaria que tem cruzado fronteiras e conquistado adeptos um pouco por todo o mundo. Já para não falar nas tão portuguesas bifanas no papo-seco ou nas tostas gigantes em pão caseiro alentejano. Sem tradução, como poderíamos dizer tudo isto a quem nos visita?
Por fim, queremos ser vistos pelo mundo e para isso desenvolvemos o portal taste it, uma poderosa ferramenta de marketing que traduzimos para 8 línguas e integrámos com as redes sociais com o objetivo de o transformar numa ferramenta multilingue para a angariação de clientes internacionais.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer partilhar a sua opinião?
Contribua com o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *