Quem é que se imagina, em pleno século XXI, sem tecnologia?

Ninguém, não é?

Esta tendência tem criado mudanças em todos os negócios, principalmente na restauração. Desde reservas online até pagamentos via aplicações móveis, a forma dos clientes interagirem com os restaurantes tem vindo a ser bastante “digital”. Se a utilização de tecnologia facilitar a vida ao cliente, ainda melhor.

Uma das novas tendências é, sem dúvida, a utilização de menus digitais para restaurantes. Estes menus são utilizados para melhorar a experiência dos clientes no restaurante, muitas vezes disponibilizando mais escolhas e mais informação que influencia a tomada de decisão.

Mas, quais são realmente os benefícios dos menus digitais?

 

  1. Mostrar melhor informação aos clientes

Uma das grandes vantagens do menu digital é a possibilidade de mostrar mais informação aos clientes. Desde imagens, ingredientes, alergénios até à história de um prato, a ementa digital permite alocar estes conteúdos de forma organizada e apelativa, algo que é “impensável” numa ementa tradicional impressa em papel.

Vivemos na era da informação. Por exemplo, a incerteza faz com que a venda de um vinho possa não ser concretizada. Os clientes querem saber mais. Se souberem mais, é provável que comprem mais.

 

  1. Eficaz organização e controlo do menu digital

Este é um daqueles pontos que é crucial para o sucesso de um restaurante.

Toda a componente gráfica e visual de um menu digital para restaurantes ajuda a destacar produtos e promoções que aumentam a rentabilidade de um restaurante. Isto tudo numa questão de segundos.

Com a ementa digital, existe menos hipótese de acontecer algo do género:

Cliente – Queria este vinho…

Empregado – Desculpe, mas neste momento está esgotado…

Cliente – Hum, ok…

Ninguém gosta disto, não é? Criar expectativas não correspondidas é um dos pecados mortais da restauração.

Devido à capacidade de atualização em tempo real, o menu digital ajuda o restaurante a evitar este tipo de situação.

Outra situação que não acontece com as ementas digitais: custos elevados em design e impressão devido à alteração/mudança do menu.

 

Todos estes pormenores contribuem para uma comunicação mais eficaz com o cliente.

 

  1. Estatísticas

A digitalização dos menus digitais traz algo que irá mudar a maneira como os restaurantes percebem os seus clientes. Com as estatísticas do menu digital, os restaurantes passam a conhecer melhor o comportamento dos seus clientes e os seus hábitos de consumo.

Hoje em dia, o mais importante não são só as vendas concretizadas de um restaurante. É importante compreender também as vendas “perdidas”. E este aspeto, para além de ajudar o restaurante a perceber o porquê de alguns produtos terem poucas vendas, irá permitir um ajustamento na estratégia de forma a aumentar as vendas.

Provavelmente pergunta-se: “Será que as pessoas estão recetivas a isto?”

Basta olhar para os seus clientes hoje em dia. Estão quase todos a mexer nos smartphones, não é? Ignorar esta nova tendência poderá ser prejudicial para o seu estabelecimento, porque na verdade, os seus clientes já estão preparados para esta mudança.

A pergunta de hoje é: apostaria num sistema de menu digital para restaurantes?

Diga-nos qual a sua opinião.

 

Já sabemos atrair clientes internacionais, mas… como é que iremos comunicar com eles quando chegarem ao nosso restaurante?

Alguns restaurantes contratam pessoal bilingue para dar resposta à sazonalidade e para melhor comunicar com os clientes internacionais. Mas será que é esta a única solução?

Encontrar um bom empregado de mesa pode não ser fácil! Nem sempre se tem a sorte de encontrar um candidato que domine pelo menos 2 línguas e que seja um empregado de mesa exemplar e com boa capacidade de comunicação e relacionamento com os clientes.

Sabemos também que a maior parte dos restaurantes traduzem as suas ementas. O problema é que nem sempre são traduções de qualidade, muitas vezes feitas por tradução automática (ex. Google Translator, Bing Translator, etc.) resultando numa ementa com muitos e variados erros que provoca reações e impressões menos boas nos clientes internacionais.

Há também quem recorra a empresas de tradução, mas o investimento é alto e a necessidade de alteração das ementas pode fazer com que o custo da tradução aumente a cada atualização da mesma. Qual será então a melhor solução para reduzir a hipótese de erro quando o assunto é atender e conquistar clientes internacionais?

Uma das soluções digitais capaz de dar resposta a esta necessidade é a ementa digital. Quer saber porque será provavelmente esta a melhor solução atual? Então veja:

  1. Permite a atualização em tempo real, fazendo com que a ementa do seu restaurante possa ser alterada em qualquer momento sem ter que esperar pela impressão ou pela equipa de design;
  2. Tradução feita por especialistas, garantindo assim a credibilidade e satisfação dos seus clientes internacionais ao terem acesso a uma ementa digital, com diversas funcionalidades, totalmente traduzida em várias línguas;
  3. Sugestões e vendas cruzadas, funcionalidade que irá permitir realizar mais vendas por mesa, ao sugerir ao seu cliente que vinho tomar com cada prato ou que sobremesa escolher.
  4. Sistema de pedidos, que elimina a percentagem de erros efetuados no atendimento a clientes internacionais, ajudando a aumentar a satisfação. Este sistema pode funcionar de 2 formas: para consulta simples da ementa ou com integração de pedidos, podendo o cliente fazer o seu pedido diretamente a partir do seu smartphone ou tablet;
  5. Investimento tecnológico: se o seu restaurante não quiser investir em tablets, não há problema! Basta fornecer ligação à Internet e mostrar o link da ementa digital aos clientes para que possam aceder através do seu dispositivo móvel.
  6. Impressão multilingue: mesmo que a ligação à Internet tenha algum problema, poderá sempre imprimir a sua ementa em qualquer um dos idiomas disponíveis. Esta solução fará com que a comunicação com os seus clientes internacionais nunca acabe, mesmo com problemas técnicos!

 

O que acha desta solução tecnológica? Resolveria os seus problemas? Queremos saber como interage com os seus clientes internacionais. Partilhe connosco a sua opinião!

Hoje iremos falar sobre como é possível atrair mais clientes internacionais através de um website otimizado para os motores de busca, totalmente traduzido, dirigido para os mercados-alvo em questão.

Já aqui falámos sobre a importância de otimizar o website para tentar aparecer na primeira página do Google para pesquisas locais.

Então e como fazemos com os clientes internacionais?

 

1. Conhecer quem procura restaurantes na sua localização

Este é um dos pontos mais importantes para atrair com sucesso clientes internacionais para o seu restaurante. É essencial saber qual é o tipo de cliente que pesquisa por restaurantes na sua localização para poder adotar a melhor estratégia afim de conseguir alcançar os objetivos propostos.

Tenha em atenção:

Região de Turismo: procure saber quais as ações que a Região de Turismo do seu distrito irá implementar e quais os mercados onde irão apostar nas campanhas de comunicação. Com estes dados irá ter uma base que poderá ser complementar à sua pesquisa.

Dados demográficos: através do Google é possível saber “tudo” hoje em dia. Tente pesquisar sobre o perfil dos clientes internacionais: desde o país de origem, interesses, idade, todos os dados podem ser pertinentes na aposta que irá ser feita.

 

2. Como pesquisam por restaurantes?

O estudo dos hábitos de pesquisa dos clientes internacionais será o indicativo de como se deve o seu restaurante posicionar perante as pesquisas feitas em qualquer motor de busca.

É importante ter em atenção aspetos como:

Data das pesquisas: será que os clientes internacionais pesquisam sobre restaurantes antes de marcar a sua viagem? Com muito ou pouco tempo de antecedência? Ou só pesquisam quando se encontram em férias?

Palavras-chave utilizadas: como pesquisam estes clientes? Por restaurantes mais perto? Por tipo de comida? Pelo ambiente do restaurante?

Reservas online: será que estes clientes preferem reservar logo online? Ou gostam de ir até ao sítio e aguardar pela sua vez?

Após este estudo, irá perceber qual será a palavra chave que irá posicionar o seu restaurante da melhor forma perante as pesquisas dos clientes internacionais.

 

3. Traduzir o website para os idiomas

Agora que tem todos os inputs do seu lado, chegou a hora de traduzir o seu website. Tenha em conta o seguinte.

  1. Tradução profissional: Peça a tradução a uma empresa certificada de confiança. O investimento irá valer a pena quando souber que os clientes internacionais confiam na sua credibilidade ao escolherem o seu restaurante.
  2. Instruções para a tradução: depois do seu estudo, deve comunicar qual a palavra chave que pretende contemplar para otimização do seu website. Este fator será determinante para que o(s) tradutor(es) consiga cumprir o pretendido.

Não nos leve a mal neste aviso mas: EVITE AO MÁXIMO UTILIZAR O GOOGLE TRANSLATOR.

Assim que a tradução estiver preparada, prepare-se para aumentar as visitas de clientes internacionais. Aconselhamos que este processo seja planeado no princípio do ano, pois as alterações nos motores de busca podem levar algum tempo até que fiquem implementadas.

Já traduziu o seu website? Como foram os resultados? Pretende traduzir? Diga-nos a sua opinião!

Saiba como ter um website com reservas e uma ementa digital multilingue por apenas 190€ por ano!

O novo regulamento europeu veio abrir uma porta do direito à informação gastronómica. É cada vez mais forte a consciência de que somos o que comemos e a escolha do melhor combustível vital ganha importância. Mas como mostrar a informação sobre os alergénios numa ementa tradicional?

O Regulamento (UE) N.º 1169/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho de 25 de Outubro de 2011 veio colocar os restaurantes no campo de batalha da informação ao consumidor ao enquadrá-los na presente legislação com a obrigação de disponibilizar a informação sobre os géneros alimentícios numa língua facilmente compreensível para os consumidores dos Estados-Membros em que o género alimentício é comercializado, com a recomendação de o fazer em pelo menos em uma ou mais línguas oficiais da União Europeia.

Tudo isto faz sentido e Portugal, enquanto um país de turismo, deve apostar na comunicação com o cliente e disponibilizar esta informação de forma clara e sem esforço em qualquer língua. Mas como fazê-lo? A ementa de um restaurante é a sua montra, a sua grande arma de vendas. Já é um grande desafio colocar toda a informação sobre um prato de forma elegante e comercial, sendo certo que o que se pretende com uma ementa bem organizada é gerar mais vendas. Mas como ultrapassar esta barreira da comunicação? Como mostrar toda a informação, cumprir com a lei sem comprometer a venda?

Com TRUMENU agora é fácil gerir os alergénios de forma simples e elegante, basta para isso aceder ao painel de gestão da sua ementa TRUMENU e adicionar os alergénios em cada prato ou bebida, disponibilizando os mesmos em qualquer língua. Pode disponibilizar a sua ementa completa na versão digital ou através da impressão da sua ementa. Os seus clientes vão agradecer, vão sentir mais confiança no seu restaurante e vão voltar mais vezes.

TRUMENU é o único serviço profissional de criação, gestão e tradução de ementas em qualquer língua.

Já dizia a sabedoria popular que “os olhos também comem”, e no que toca ao interesse gastronómico e cultural, as imagens são a ferramenta de excelência para atrair o interesse de todos, especialmente dos que não entendem a língua local. Pois apesar de por vezes uma imagem valer por mil palavras, é através da tradução que se estabelece a ponte entre culturas e se explica a origem de cada prato e ingrediente, contando um pouco da história associada a cada sabor.
Quando viajamos para outro país, queremos fazer de tudo um pouco, desde visitar monumentos históricos, passear pelas zonas mais emblemáticas, sejam elas de praia, cidade ou natureza, sair à noite, ir às compras e, claro está, provar as iguarias locais. No entanto, temos sempre aquele receio de pagar o ‘preço de estrangeiro’ e ser levados para as atrações turísticas, sem que nos seja dada a real oportunidade de conhecer o que é verdadeiramente local. E tudo isto, só porque não falamos a mesma língua!
Assim, porque já todos passámos por isto, e porque sabemos que o momento da refeição é também o momento de planificar o dia, ao disponibilizar uma ementa digital multilingue com as mais variadas informações sobre o prato, ingredientes, história, curiosidades e ainda locais a visitar nas redondezas, poderá cativar o seu cliente a voltar no dia seguinte à procura de mais sabores e saberes na sua língua, por saber que aí se irá sentir mais envolvido na história e cultura da sua cidade.
O taste it nasceu assim. Da vontade de explicar as maravilhas locais ao mundo, de ajudar qualquer turista a conhecer o que é verdadeiramente local, e levá-lo a conhecer as histórias e sabores dos mais famosos e tradicionais pratos, sejam eles o Arroz de Lingueirão da Praia de Faro ou as Tripas à Moda do Porto, também conhecidas no resto do país como Dobrada, o curioso ingrediente mistério da Torta de Alfarroba ou os Perceves teimosamente batizados de “Understands”. E ainda contar que Pastel de Belém, Pastel de Nata ou Nata é apenas uma questão de nome para a iguaria que tem cruzado fronteiras e conquistado adeptos um pouco por todo o mundo. Já para não falar nas tão portuguesas bifanas no papo-seco ou nas tostas gigantes em pão caseiro alentejano. Sem tradução, como poderíamos dizer tudo isto a quem nos visita?
Por fim, queremos ser vistos pelo mundo e para isso desenvolvemos o portal taste it, uma poderosa ferramenta de marketing que traduzimos para 8 línguas e integrámos com as redes sociais com o objetivo de o transformar numa ferramenta multilingue para a angariação de clientes internacionais.